VENDA SEU PRODUTO, SUA MARCA

VENDA SEU PRODUTO, SUA MARCA
(83)998779718

CRUEL REBOQUE, EM PRINCESA ISABEL, PB

CRUEL REBOQUE, EM PRINCESA ISABEL, PB
ORGANIZAÇÃO ADRIANO. FUNCIONA 24 HORAS POR DIA...

ANÚNCIOS DO BLOG CAPOEIRENSE♥♥♥♥♥♥

ANÚNCIOS DO BLOG CAPOEIRENSE♥♥♥♥♥♥
(83)998779718♥♥♥♥

(AA) GRUPO PRINCESA ISABEL, PB

(AA) GRUPO PRINCESA ISABEL, PB
SE PRECISAR DE AJUDA, PROCURE O GRUPO (AA)

Jovem é enterrada viva em Uchoa, mas consegue escapar e pedir ajuda

Uma jovem de 22 anos foi enterrada viva na madrugada deste sábado, 21, em um canavial na área rural de Uchoa. Ela conseguiu escapar e pediu socorro a um casal que mora em um sítio, localizado próximo ao trevo da rodovia Washington Luis.

O caso está sendo registrado neste momento pela Polícia Militar no Plantão Policial de Cedral. Segundo testemunhas, a vítima contou ser moradora do bairro Vila Toninho, em Rio Preto.

Eu estava na cozinha que fica do lado de fora da casa quando ouvi o cachorro latir e fui ver o que era. Achei que fosse algum carro se aproximando,
conta Jurandir Buzinari, de 58 anos. Ele é o morador do sítio que socorreu a vítima e acionou a polícia.

Jurandir conta que a jovem estava sem roupas e toda ensanguentada.

Ela chegou pedindo por socorro, mas não conseguia falar direito. Estava com a boca e o corpo todo cheios de terra. Disse que tinha saído de um buraco,
 conta.

A vítima foi socorrida por uma ambulância da cidade de Uchoa e encaminhada ao Pronto Socorro do Município. Ela tinha diversos hematomas pelo corpo e um sinal que tinha sido enforcada com o uso de uma corda, além de uma perfuração no pescoço.

Ela chorava muito e estava bastante desorientada,

disse a enfermeira Márcia Simonato que realizou o atendimento à vítima.

Conseguimos acalmar ela um pouco e perguntamos por quanto tempo ela tentou sair do buraco. Ela respondeu que não sabia, mas ficou a noite inteira tentando sair de lá. Estava chovendo na hora.

Devido à gravidade dos ferimentos, a vítima foi encaminhada ao Hospital de Base de Rio Preto para realizar um exame de raio-x. A polícia também apura se a mulher foi vítima de violência sexual.

FONTE - DIÁRIO 
DA REGIÃO