Designer Gráfico - Jonas Fahelysson

Após assumir morte de criança, homem é esquartejado e queimado por população

Compartilhar:
Ronald Gomes Borges havia sido preso na quinta-feira (16) pelo estupro e morte de Elcleciane Nascimento Duarte, 10, no município de Fonte Boa

Ronald Gomes Borges, 28 anos, preso por estuprar e matar Elcleciane Nascimento Duarte, 10 anos de idade, foi morto, após a população invadir a delegacia, capturar, esquartejar e incendiar o corpo do assassino confesso. O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (17), no município de Fonte Boa (a 678 quilômetros a oeste de Manaus).

Na noite de sexta, vários vídeos circularam nas redes sociais, onde mostram a população revoltada com o caso. A delegacia foi cercada, alguns veículos depredados, até o momento da captura de Ronald e sua morte.

O homem foi preso, na quinta-feira (16), em Fonte Boa, acusado de estuprar e matar uma criança de dez anos, identificada como Elcleciane Nascimento Duarte, conhecida como ‘Nega’.

Segundo informações do investigador Mário Alves, titular da 55ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), ‘Nega’ costumava ir à casa de Ronald, onde ajudava a companheira dele a fazer bolos e biscoitos para vender na cidade.

No dia do crime, a mulher de Ronald tinha saído da residência e ‘Nega’ ficou trabalhado. Neste momento, ele a levou para um quarto e ofereceu R$ 40 para que ela mantivesse relação sexual, a vítima não aceitou e tentou fugir. Então, ele pegou ‘Nega’ pelo braço e a estuprou.

Após o estupro, Ronald aplicou um golpe conhecido como ‘mata-leão’, que fez a criança desmaiar. Neste momento, ele pegou uma corda e a asfixiou novamente, ocasionando a morte da menina. Por volta das 19h, quando a esposa de Ronald retornou para a residência, ela encontrou o corpo de ‘Nega’ escondido embaixo da cama.
Ele ainda teria ameaçado a própria esposa e pedido para ela ajudar a enterrar o corpo da menina. Mas ela conseguiu avisar os familiares da criança que acionaram a Polícia Militar, que foram até o local e prenderam Ronald.
Após o crime, a população de Fonte Boa ficou revoltada com a crueldade do assassinato de ‘Nega’. Desde a tarde de sexta, circulava na internet a intenção da população em capturar o homem. Policiais teriam informado que Ronald seria transferido para Manaus para manter a integridade física do suspeito.

Neste sábado (18), a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) vai emitir um balanço sobre o caso que aconteceu na noite desta sexta, na delegacia de Fonte Boa.

 D24AM
FOTO - DIVULGAÇÃO

Desenvolvido por: Jonas Fahelysson