ATD Sistemas

Doença contagiosa: João Pessoa tem 600 casos suspeitos de esporotricose e maior incidência é em Mangabeira

Compartilhar:

Somente entre os meses de Junho e Dezembro de 2018 a Cidade de João Pessoa registrou 600 casos suspeitos de Esporotricose , uma doença altamente contagiosa transmitida por Fungo a Animais e Humanos . De acordo com dados apurados pelo Click PB junto ao Centro de Zoonoses de joão Pessoa, dos 600 casos suspeitos , foram confirmados 397.

Somente 10 casos foram registrados em Cachorros enquanto os 387 aconteceram com Gatos. 70% dos Casos foram registrados em Animais Machos . Os Gatos acabam sendo os Animais nais cometidos pela doença, que é transmitida por um Fungo encontrado em Jardins ou na Terra, ou ainda no contato com outros Animais.

A dispersão da doença acontece em todo o Município de João Pessoa. A maior incidência  de casos é registrada no Bairro de Mangabeira VIII, no Conjunto Cidade Verde, segundo o Centro de Zoonoses informou ao Click PB.

Os dados de 2019 ainda estão sendo consolidados e avaliados pelo Centro de Zoonoses . O número de casos registrados em Pessoas não foi divulgado ainda. De acordo com o Centro de Zoonoses , a Esporotricose ainda não é uma grave notificação compulsória. A Vigilância Epidemiológica da SMS, em parceria com o Hospital Universitário Lauro Wanderlei ( HULW) que é a referência para o tratamento em Seres Humanos , tem realizado o levantamento dos primeiros casos notificados em Pessoas.

A orientação é que o Animal suspeito dessa doença seja levado para o Veterinário , pois o Zoonoses não faz a avaliação Clínica. Em uma Clínica Veterinária , o Animal poderá ser avaliado e fazer o tratamento sempre que possível.


O que é a doença...

De acordo com o MS, a Esporotricose é uma micose subcutânea que surge quando o Fungo do Gênero Sporothrix entra no organismo , por meio de uma ferida na pele. A doença pode afetar tanto Humanos quanto Animais. A infecção ocorre , principalmente , pelo contato do Fungo na pele ou mucosa por meio de Trauma decorrente de Acidentes com espinhos , palha ou lascas de madeira : Contato com Vegetais em decomposição e arranhadura ou mordedura de Animais Doentes. Em Humanos , pode se manifestar de forma cutânea . Linfocutânea , extracutânea e Esporotricose disseminada , que acontece quando a doença se espalha para outros locais do Organismo , com comprometimento de vários Órgãos e/ ou Sistemas ( Pulmão, Ossos , Fígado).


Via Click PB

Desenvolvido por: Jonas Fahelysson