ATD Sistemas

EMANCIPAÇÃO POLÍTICA: Prefeitura lança série de matérias especiais sobre a história do município de Princesa Isabel

Compartilhar:
 Dando continuidade à série de matérias especiais sobre o processo histórico e evolutivo do nosso município, trazemos hoje o processo econômico dos primórdios de Princesa.
“Em 1925, João Suassuna, na qualidade de presidente do Estado, construiu sete silos (reservatórios de grãos) em três cidades. Princesa foi contemplada com um silo de concreto com capacidade para 600 sacas de milho. Poucos silos de concreto foram construídos, segundo o governo da época, “em face das dificuldades financeiras”.

Com a construção de estradas de rodagem, inscritas nos programas de obras contra as secas, as comunicações entre Princesa e os municípios vizinhos foram intensificadas permitindo que em 1925 ela atingisse o apogeu econômico-financeiro, como centro comercial que intermediava as trocas entre Pernambuco e as cidades da Paraíba que lhe eram adjacentes”. 
Com a expansão algodoeira, o parque industrial de beneficiamento de algodão no município era composto por vinte e cinco locomotivas, até quando foi implantada a SANBRA (Sociedade Algodoeira do Nordeste Brasileiro), em 1937, que iniciou a compra da produção de algodão da região, a princípio com preços tentadores, tendo como consequência a monopolização do mercado.
Pela estatística do Serviço de Defesa do Algodão, em 1920, o município de Princesa ocupava o 3° ligar em todo o Estado da Paraíba, na área da cultura algodoeira, com 7.506,23 hectares plantados.
Com o advento da Revolta de Princesa (1930), o município parou; o progresso temia desenvolver a região rebelde. O comércio caiu vertiginosamente, os investidores procuraram outras cidades, pois não tinham a segurança que precisavam; a agricultura declina, os pecuaristas reduzem drasticamente seus rebanhos e o Bicudo, uma praga que se alastrou pelas lavouras, contribuiu com o declínio da produção algodoeira. Era de 27.679 habitantes a população do município de Princesa em 1° de setembro de 1932, segundo dados do IBGE."


(Extraído do Livro Princesa Antes de Depois de 30, de Paulo Mariano)
Princesa Isabel: 252 anos de história, 143 de Emancipação Política e 97 de elevação à cidade.


Desenvolvido por: Jonas Fahelysson