ATD Sistemas

EM JOÃO PESSOA

Compartilhar:
O dono de uma padaria foi detido e o estabelecimento interditado, na quarta-feira (31), em João Pessoa, pois o local tinha condições sanitárias precárias, vendia e armazenava de forma inadequada alimentos vencidos e sonegava impostos, segundo informou o Ministério Público da Paraíba.
A padaria Flor do Trigo, que fica na Avenida Rui Carneiro em Manaíra, foi a única padaria interditada das cinco visitadas em janeiro pelo MPPB, Gerência e Vigilância Sanitária de João Pessoa (GVS), Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Receita Estadual e pelo Laboratório Central de João Pessoa (Lacen).
Foram inutilizados mais de 60 quilos de queijos, diversos alimentos foram encontrados sem informações sobre fabricação e validade, produtos mofados e armazenados em local inadequado. Além de que os utensílios e equipamentos de higiene estavam em condições precárias.
O Corpo de Bombeiros constatou que o certificado do estabelecimento estava vencido e o número de extintores era insuficiente, além de terem sido postos em local com obstrução. Também foi verificada ausência de teste de estanquidade (teste que verifica vazamento) da central de gás.
A Receita Estadual apreendeu três máquinas de cartão de crédito que não estavam interligados com o sistema da Receita. Na prática, o estabelecimento declarava ao Estado um faturamento menor do que o realmente obtido, sonegando impostos.
O proprietário foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no Geisel, onde foi lavrado o auto, segundo informou o MPPB. O crime por vender e armazenar produtos impróprios para o consumo humano rende de dois a cinco anos de prisão e multa.
G1

Desenvolvido por: Jonas Fahelysson